Sexta, 17 Agosto 2018

Pianista Wilton Mello é uma das atrações confirmadas para o Troféu Evidência 2017

Publicado em Cultura Segunda, 21 Agosto 2017 10:10
Avalie este item
(0 votos)

A direção do Jornal S´Passo, em parceria com a equipe do Jornal de Juatuba e Mateus Leme, prepara mais uma edição do Troféu Evidência. A premiação destaca personalidades que contribuem para o crescimento das comunidades em que estão inseridas, e também reconhece as boas iniciativas, que melhoram a vida nas três cidades. 

O tema escolhido para este ano é “Tecnologia: A evolução nos trouxe até aqui”, lembrando a importância das inovações para aprimoramento das funções do dia a dia, e para a transformação do mundo. 

Além da entrega do prêmio, os convidados podem acompanhar diversas apresentações de música, dança e exposições de artes. 

Entre as atrações já confirmadas está o músico Wilton Mello. Natural de Alfenas, o pianista, de 41 anos, construiu a carreira fazendo concertos em grandes hotéis da capital mineira, onde vive desde os cinco anos. Ele já tocou também na Europa, durante turnê realizada em 2013.

Em conversa com a reportagem, o pianista contou que a relação com a música teve início ainda na infância por influência do avô, que tocava diversos instrumentos, e das irmãs mais velhas. Uma delas ganhou um piano ao completar 15 anos, e com isso, começou a ter aulas. Logo, o caçula também se interessou, mas tinha dificuldade com a parte teórica. Assim, Wilton Mello deu os primeiros passos, decorando as composições para tocar. Decidido a aprimorar os conhecimentos, se inscreveu no curso de extensão da Escola de Música da Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG. Aos 17 anos, ele conquistou o registro na Ordem dos Músicos do Brasil e o primeiro emprego com carteira assinada na área. 

Depois de alguns anos fora do mercado, retomou a carreira. Além das apresentações, o pianista trabalha como voluntário do Hospital Mário Pena, também em Belo Horizonte. 

O convite surgiu do empresário de um dos shoppings onde ele já tinha contrato, mas o desejo de usar a música para ajudar outras pessoas já era antigo. Assim, com o piano portátil que foi presente do tio, iniciou o projeto e leva o repertório erudito e popular, aos pacientes da unidade de saúde. 

Lido 425 vezes

Deixe um comentário

SUGESTÃO DE MATÉRIA

EDIÇÃO EM PDF ONLINE