Segunda, 16 Julho 2018

Concessionária conclui obras em cerca de 2,2 quilômetros no trecho da MG-050 em Mateus Leme

Publicado em Geral Segunda, 11 Dezembro 2017 07:49
Avalie este item
(0 votos)

A concessionária da MG-050 concluiu no fim da tarde de quinta-feira, 30, as obras de duplicação da estrada, no perímetro urbano de Mateus Leme. Com isso, foi liberado o tráfego de veículos do Km 66,9 ao 69,1. As intervenções tiveram início em 2012 e a previsão de entrega, na época, era para 2015, conforme o primeiro cronograma estabelecido pela empresa junto ao governo de Minas Gerais. No entanto, o pacto não foi cumprido e o atraso motivou muitos transtornos e prejuízos para moradores das localidades às margens da rodovia e comerciantes. Além disso, em vistoria feita na semana passada, o prefeito Júlio Fares, acompanhado de equipe técnica, detectou diversas inconformidades deixadas ao fim dos trabalhos.

Foram contemplados 2,2 quilômetros de duplicação e outros 5,2 de vias marginais e dispositivos de retorno que fica entre os Km 67,3 e 69,4, uma passagem inferior de pedestres, um viaduto para travessia sob a avenida Padre Vilaça, no Km 68,3 e três passarelas nos Kms 67,4, 67,9 e 68,8. Segundo a concessionária, a obra neste trecho da rodovia permite que a capacidade de fluxo seja ampliada, o que vai reduzir significativamente o tempo gasto no trajeto. Pelo local passam, em média, 18 mil motoristas por dia.

Vistoria mostra necessidade de adequações

Na quinta-feira, 30, dia estabelecido em novo cronograma para entrega das obras da MG-050 no trecho que corta Mateus Leme, o prefeito Júlio Fares percorreu todo o trajeto da rodovia no perímetro da cidade, com o objetivo de fiscalizar o trabalho feito. A vistoria terminou com a confirmação de diversas irregularidades e, diante do resultado, a administração municipal elaborou dois relatórios, encaminhados no mesmo dia à Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas – Setop -, junto a um  pedido de providências para as várias inconformidades detectadas, inclusive, devido à falta de reparos para os danos causados às vias públicas.

 

Lido 261 vezes

Deixe um comentário

SUGESTÃO DE MATÉRIA

EDIÇÃO EM PDF ONLINE