Domingo, 20 Maio 2018

Cresce violência sexual contra crianças e adolescentes em Mateus Leme

Publicado em Policial Terça, 26 Maio 2015 10:42
Avalie este item
(0 votos)

A Semana Nacional de Combate ao Abuso e a Exploração  Sexual de Crianças e Adolescentes foi marcada em  Mateus Leme com palestras em escolas e panfletagem nas ruas e estabelecimentos comerciais. Além de intensificar a conscientização sobre a importância do enfrentamento à violência contra os menores, as atividades chamaram a atenção para a gravidade da situação do município em relação a esse tipo de crime, o que é evidenciado pelo grande número de casos. 

Dados do Centro de Referência Especializado em Assistência Social revelam que nestes primeiros meses do ano já houve 12 registros, contra oito feitos ao longo de 2014.  E, é importante considerar ainda que muitas vítimas não têm coragem de denunciar o agressor e sofrem em silêncio. Em entrevista, a coordenadora do Creas, Marina Santos de Aguiar, explicou que os casos chegam ao órgão por meio do Conselho Tutelar, Ministério Público ou denúncias anônimas. Há casos também em que as próprias crianças e adolescentes procuram assistência. 

O acompanhamento é feito por assistente social, psicólogo e advogado, sendo focado também na família, que normalmente participa do processo, que pode durar entre seis e 24 meses em média. “O assunto apesar de delicado precisa ser bastante trabalhado para que as pessoas tenham consciência. Ao abordar a luta contra o abuso e a exploração sexual de uma maneira pedagógica estamos contribuindo para a formação cidadã dos menores que se tornam mais conhecedores de seus direitos e menos vulneráveis à violência”, comentou a coordenadora do Creas. 

A profissional salienta ainda a importância da ajuda de toda a comunidade para coibir a prática. “A população não pode fechar os olhos, é preciso denunciar. Pelo Disque Direitos Humanos, o número 100, o cidadão não precisa se identificar. Precisamos do apoio de todos”, convoca Marina. 

Em junho, será apresentado na Câmara o balanço das ações desenvolvidas pelos órgãos competentes junto às vítimas de violência sexual com o objetivo de alertar as autoridades legislativas e a sociedade sobre o problema. 

 

Sem campanha, Juatuba não apresenta dados

 

 Em Juatuba, o Dia Nacional de Enfrentamento à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes, celebrado em todo o país, na segunda-feira, 18, passou em branco. Conforme apurado pela reportagem, nenhuma atividade de conscientização foi realizada pela administração municipal. O JORNAL DE JUATUBA E MATEUS LEME entrou em contato com o Centro de Referência Especializado em Assistência Social – Creas - e com a Assessoria de Comunicação da Prefeitura para verificar o número de casos de abuso sexual contra menores registrados na cidade, mas não conseguiu o levantamento em nenhum dos setores.  

Lido 1178 vezes

Deixe um comentário

SUGESTÃO DE MATÉRIA

EDIÇÃO EM PDF ONLINE