Terça, 21 Novembro 2017

Valéria e Júlio Fares garantem pagamento do 13º Salário ao funcionalismo

Publicado em Política Segunda, 13 Novembro 2017 07:32
Avalie este item
(0 votos)

As dificuldades enfrentadas por cerca de 70% das 853 prefeituras mineiras, para garantir o pagamento do 13º Salário dos servidores, no próximo mês, pautaram toda a mídia estadual no início desta semana. As notícias não são nada animadoras para os funcionários públicos de grande parte das cidades, diante dos riscos, expostos pelos chefes de Executivo, de não conseguirem bancar a gratificação natalina, em decorrência da queda na arrecadação e atrasos de repasses pela União e governo do Estado. 

Apesar de ser hoje um grande desafio para a maioria dos gestores no território de Minas Gerais, o benefício já está garantido em Juatuba, conforme apurou a reportagem junto à administração municipal. As informações obtidas são de que a Prefeitura tem dinheiro em caixa para quitar, integralmente, o 13º Salário, com previsão de pagamento em 15 de dezembro. Atualmente são 1.455 trabalhadores lotados nos diversos setores e a folha mensal gira em torno de R$ 3,350 milhões. 

De acordo com o secretário de Planejamento e Coordenação, Júlio Cezar Gomes, a situação, um pouco mais confortável, é o resultado das várias medidas adotadas ao longo do ano. Entre os exemplos,  reforma administrativa, que, culminou, principalmente na redução das despesas, a partir da diminuição do número de cargos comissionados e de vencimentos, além de cortes de gratificações, com exceção dos casos de efetivos que participam de comissões.

 “Fizemos o dever de casa desde janeiro. Conseguimos manter as contas em dia, inclusive com o funcionalismo, que ainda teve reajuste de 10%, escalonado, mas com um ganho acima da inflação; corrigimos questões referentes às progressões. Austeridade foi palavra-chave em 2017. O 13º Salário está alocado desde agosto”, comentou. 

A Prefeitura de Mateus Leme informou que a previsão de depósito da gratificação natalina dos servidores é 20 de dezembro, data-limite estipulada por lei federal para a quitação do benefício. A assessoria do prefeito Júlio Fares confirmou ainda que não haverá escalonamento para o pagamento da gratificação natalina. O montante a ser despendido com o 13º Salário ainda não foi projetado, uma vez que parte dos funcionários solicitou, em meses anteriores, parte do recurso, o que é permitido pela legislação municipal. 

 

Lido 15 vezes

Deixe um comentário

SUGESTÃO DE MATÉRIA

EDIÇÃO EM PDF ONLINE