Quarta, 18 Julho 2018

Mazinho do Povo não concorda com mesmo índice de reajuste para todos os servidores no Vale Alimentação

Publicado em Política Segunda, 22 Janeiro 2018 14:53
Avalie este item
(0 votos)

A Policlínica de Juatuba ganhou novos equipamentos para garantia de melhores condições ao atendimento aos usuários da rede pública. A Prefeitura adquiriu, com recursos próprios, três aspiradores de secreções, um cardioversor e um monitor cardíaco.  A unidade recebe por dia mais de 200 pacientes e, para a gerente do serviço, Vanessa Elizabeth dos Santos, os aparelhos chegaram numa boa hora. “Os antigos já estavam bastante defasados e não conseguiam mais dar suporte à demanda”, comenta. 

Em setembro de 2017, o Município conseguiu incluir a Policlínica na grade de urgência e emergência. A Prefeitura apresentou junto ao Estado um projeto para habilitação como Unidade de Pronto Atendimento – UPA -, “tipo ampliada”. A proposta está em fase de análise e aguarda aprovação do Ministério da Saúde. 

Concretizando a certificação, a administração pretende garantir o cofinanciamento do serviço, que custa aos cofres de Juatuba o valor aproximado de R$ 500 mil por mês, possibilitando  economia. “A partir desse licenciamento, será possível obter recursos para a manutenção da unidade e o montante gasto hoje poderá ser reinvestido em novas ações” afirma a secretária de Saúde, Cinthya Pedrosa.  

A gestora esclarece também que não houve interessados na licitação para aquisição do respirador portátil e a bomba de infusão do pregão presencial 044/2017 e processo administrativo 136/2017. Com isso, a Prefeitura já organiza outros certames.  

 

Lido 314 vezes

Deixe um comentário

SUGESTÃO DE MATÉRIA

EDIÇÃO EM PDF ONLINE