Terça, 21 Novembro 2017

Autoridades de saúde preveem avanço da chikungunya em Minas Gerais no próximo ano

Publicado em Saúde Segunda, 23 Outubro 2017 13:51
Avalie este item
(0 votos)

Uma notícia alarmante foi destaque durante o I Congresso Mineiro de Biomedicina, em Belo Horizonte, nesta semana: a possibilidade de avanço da febre chikungunya no estado, em 2018. Depois dos recordes alcançados pela dengue nos últimos anos e de o vírus zika ter se espalhado pelo país, a outra doença transmitida pelo Aedes aegypti preocupa as autoridades de saúde. 

 A enfermidade já provocou dez mortes neste ano e em Minas Gerais, o número de casos prováveis saltou para 17.482 até 16 de outubro, um aumento de 3.375% em relação a 2016, quando foram contabilizados 503. Com o início do período chuvoso, previsto para ter volume pluviométrico maior nesta temporada, as condições ambientais para a transmissão das três doenças já estão instaladas, o que requer ação imediata do poder público. Além do aumento de 3.375% no total de notificações, há 12 óbitos em investigação e um cenário de pouca disseminação no estado. 

 

Lido 120 vezes

Deixe um comentário

SUGESTÃO DE MATÉRIA

EDIÇÃO EM PDF ONLINE