Terça, 27 Junho 2017

História de Mateus Leme

Escrito por  Publicado em História dos Municípios Domingo, 28 Dezembro 2014 17:43
Avalie este item
(2 votos)

 

História do Município

A denominação primitiva do município, Arraial do Morro de Mateus Leme, já aponta suas origens históricas. Mateus Leme, bandeirante de linguagem paulista cuja vida e trajetória pelas regiões mineradoras é ainda mal definida, foi o iniciador do povoamento local ao instalar-se próximo a uma serra que tomou o nome, presumivelmente nos primeiros anos do século XVIII.

Já em 1710, uma carta Sesmaria refere-se ao local (Morro do Mateus Leme), comprovando a sua origem bem remota; outras fontes documentais, dos anos 1739 e 1745, referem-se ao arraial.

Segundo o estudioso Teophilo de Almeida, encontram-se no Morro do Mateus Leme vestígios de antigos aquedutos e lavrados, iniciando um trabalho vultoso de mineração aurífera no local. Disso podemos deduzir que a mineração ali apresentava-se muito lucrativa, pois compensava os gastos com obras bastante onerosas.

Apesar destes indícios de riquezas, o arraial do Morro de Mateus Leme atravessa todo o século XVIII sem alcançar foros de freguesia, sendo capela curada de freguesia de Nossa Senhora da Boa Viagem do Curral Del Rei. Em 1822, o arraial contava com 2.358 "almas", segundo visita pastoral realizada neste ano.

Presume-se que a população, com a decadência da exploração aurífera, tenha voltado para outras atividades econômicas como a agricultura e a pecuária.

A freguesia (povoação) foi criada em 1832, com a denominação de Santo Antônio do morro de Mateus Leme, tendo como filiais, Itatiaiuçu e Patafufo.

Em termos administrativos, a população passou por diversas mudanças: tendo pertencido aos municípios de Sabará e Pitangui, foi posteriormente incorporado aos municípios de Pará de Minas, antigo Patafufo (1848), Bonfim (1850 e 1870) e novamente Pará de Minas (1877).

A autonomia foi adquirida em 1938, quando foi criado o município.

A Comarca de Mateus Leme foi criada em 1954.

O povoado que, posteriormente, daria origem ao atual município de Mateus Leme, foi fundado ao início do século XVIII, na vaga que, buscando metais e pedras preciosas, levaria ao deslocamento de todo o eixo econômico brasileiro para Minas Gerais, formando inúmeras novas comunidades. 

A denominação original da região, Arraial do Morro de Mateus Leme, já aponta suas origens históricas. Mateus Leme, bandeirante de linguagem paulista, cuja vida e trajetória pelas regiões mineradoras é ainda mal definida, foi o pioneiro do povoamento na localidade, ao instalar-se nas proximidades de uma serra que, anos mais tarde, receberia o seu nome. Já no ano de 1710 uma carta de sesmaria refere-se ao local do Morro do Mateus Leme, comprovando sua origem bem remota. Outras fontes documentais datadas dos anos de 1739 e 1745, referem-se ao arraial.

Existem no Morro de Mateus Leme vestígios de antigos aquedutos e lavrados, que teriam dado início a um vultoso trabalho de mineração aurífera na região. O que podemos inferir destes dados, é que a mineração na localidade era bastante lucrativa, uma vez que compensava obras bastante onerosas. Apesar destes indícios de riqueza, o Arraial do Morro de Mateus Leme atravessou todo o século XVIII sem alcançar foros de freguesia, sendo capela da freguesia de Nossa Senhora da Boa Viagem do Curral Del Rei. Segundo visita pastoral realizada no ano de 1822, o Arraial contava então com 2.358 almas. 

Presume-se que, com a decadência da exploração aurífera, esta população tenha passado a dedicar-se à outras atividades econômicas, tais como a agricultura e a pecuária. A freguesia foi criada no ano de 1832, com a denominação de Santo Antônio do Morro de Mateus leme, tendo como filiais Itatiaiuçu e Patafufo. Em termos administrativos, a população passou por diversas mudanças, tendo pertencido sucessivamente aos municípios de Sabará e Pitangui, posteriormente incorporando-se aos municípios de Pará de Minas, antigo Patafufo *1848), Bonfim (1850 e 1870) e novamente a Pará de Minas (1877). A autonomia política e administrativa de Mateus Leme, foi auferida no ano de 1938, fruto da luta de gerações e gerações de seus mais nobres próceres, sempre apoiados pela população de todas as classes sociais.

Data da Fundação: Princípio do século XVIII
Data da Emancipação: 17/12/1.938
Desmembrado do Município de Pará de Minas
Lido 9545 vezes Última modificação em Segunda, 11 Maio 2015 15:11
Mais nesta categoria: História de Juatuba »

Deixe um comentário

SUGESTÃO DE MATÉRIA

EDIÇÃO EM PDF ONLINE