Domingo, 25 Fevereiro 2018

A febre amarela fez uma vítima em Mateus Leme. Foi confirmada no início da tarde desta quinta-feira, 18, a morte de um morador do povoado de Freitas, na zona rural, por complicações da doença. O homem, de menos de 30 anos, estava internado no Hospital Regional de Betim. Como a comunidade está em área limítrofe, a Secretaria de Saúde de Itaúna também acompanha o caso. E, de acordo com as informações obtidas pela reportagem junto à Assessoria de Comunicação da Prefeitura da cidade vizinha, já estavam previstas para esta sexta-feira, 19, ações para reforço da prevenção na localidade.  A estratégia definida é o encaminhamento de servidores da pasta para orientar e imunizar a parcela da população que ainda não recebeu a vacina. 

O surto da enfermidade acendeu o alerta na Região Metropolitana de Belo Horizonte – RMBH – desde o fim de dezembro. A situação ficou ainda mais alarmante nos últimos dias, e com o óbito do paciente de Freitas, subiu para 17 o número de falecimentos em Minas Gerais em decorrência do vírus. Até o fechamento desta edição, na noite de quinta, estavam confirmados 22 casos em todo o estado, sendo 59% deles no entorno da capital. 

Além de Belo Horizonte e Mateus Leme, Brumadinho, Caeté, Nova Lima, Rio Acima, Itabirito e Mariana registraram a doença em moradores. As duas últimas cidades estão na Região Central de Minas Gerais, mas respondem à Regional da capital. Os dados da Secretaria de Estado da Saúde mostram que a maioria dos casos confirmados é de homens que não se vacinaram. A maior parte das vítimas tem entre 31 e 69 anos. O que impressiona é a letalidade da doença, que ultrapassou 68%. 

A cobertura vacinal em Minas Gerais estava em 82% no início do período, mas a meta é imunizar 95% da população. As doses estão disponíveis, gratuitamente, por meio do Sistema Único de Saúde - SUS. Devem ser vacinadas pessoas acima de nove meses e até 59 anos. Quem tem mais de 60, grávidas e mulheres que estão amamentando bebês menores de seis meses só devem tomar se forem se deslocar para áreas com transmissão ativa da enfermidade, ainda assim, com orientação médica. A imunização é contraindicada para quem tem alergia a ovo. 

 

Copasa anuncia leilão de 104 veículos dia 20

Segunda, 18 Dezembro 2017 08:04

A Companhia de Saneamento de Minas Gerais – Copasa – vai leiloar 104 veículos, na quarta-feira, 20 de dezembro, a partir das 10 horas. O certame será realizado na rua Mar de Espanha, 525, no bairro Santo Antônio, em Belo Horizonte. Entre os itens disponibilizados, destacam-se modelos da Fiat, como Fiorino e Strada; caminhonete S10; e Hyundai Tucson. 

Os interessados poderão fazer vistorias entre os dias 15, 18 e 19 de dezembro, das 08h30 às 11h30 e das 13h às 16h, no Pátio da Copasa (Mutuca - BR-040, KM 550, bairro Jardim Canadá, Nova Lima). É proibido levar mochilas, capacetes, bolsas e equivalente, bem como fotografar outros lotes que não fizerem parta do edital. Os carros serão negociados no estado de conservação e condições em que se encontram, não cabendo qualquer reclamação posterior. O pagamento do bem arrematado deverá ser feito em 100%, com até 48 horas após a data de realização do leilão, exclusivamente por meio de boleto bancário entregue ao arrematante.

Podem participar pessoas físicas ou jurídicas, qualquer instituição ou associação, com exceção dos empregados da estatal. O prazo máximo para a retirada do automóvel contará 15 dias corridos, a partir da data do certame. O edital número 04/2017 e demais informações podem ser consultados www.copasa.com.br. 

 

Durante patrulhamento em Juatuba, a Polícia Militar flagrou dois homens, no momento em que tentavam vender diversos produtos a um estabelecimento comercial do tipo “Topa Tudo”. Questionados sobre a origem dos materiais, os elementos entraram em contradição e a equipe constatou que os itens eram provenientes de furtos. Ambos foram conduzidos à Delegacia para as providências cabíveis. 

 

Uma loja de eletroeletrônicos localizada no Centro de Juatuba foi alvo da ação dos bandidos no início desta semana. De acordo com informações registradas pela Polícia Militar, os criminosos arrombaram o estabelecimento e fugiram com diversos itens. A corporação fez o rastreamento e conseguiu capturar cinco elementos, que portavam uma grande quantidade de materiais.

Os indivíduos foram presos sob a acusação de roubos na cidade e também na região, como nos municípios de Pará de Minas, Igarapé e Nova Serrana. Eles estavam em um veículo Fiat Siena, supostamente usado nos crimes, e de posse de 49 celulares, dois tablets, um notebook, uma corrente e bracelete, um relógio e R$ 5.481,25 em dinheiro. 

A PM também apreendeu com o grupo 19 pinos de cocaína, cinco buchas de maconha, um revólver calibre 38 e cinco munições intactas, além de três máquinas de cartão. 

 

Um homem de 49 anos, mais conhecido como “Cartaz”, foi morto com três tiros, na madrugada de domingo, 10, no bairro Novo Eldorado, em Contagem. De acordo com informações da Polícia Militar, dois elementos invadiram a casa da mãe dele, entre as ruas Doutor João Augusto da Fonseca e Silva e Cambará, por volta das 03h15, para cobrar dívida de R$ 30, referente à compra de drogas, e disseram à mulher que receberiam o valor de qualquer forma. A vítima, que voltava de um aniversário, atravessava o beco em direção à residência, quando atingida pelos disparos. 

Parentes disseram à PM que “Cartaz” era usuário de tóxicos, cometia pequenos furtos para manter o vício e há dois meses havia sido agredido por um traficante, chamado de “Dual”, atualmente preso. 

“Ele foi embora aproximadamente 01h. O namorado da minha filha saiu às 3h30 e o encontrou caído, com dois tiros nos braços e um nas costas”, contou a dona da festa.  No imóvel onde mora a mãe, a PM encontrou algumas pedras de crack, um pino de cocaína e um celular. “Cartaz” era casado e deixou um filho de 22 anos. As suspeitas são de que um indivíduo de Juatuba, que vende entorpecentes no Novo Eldorado esteja envolvido com o assassinato, em fase de apuração pela 7ª Delegacia de Homicídio de Contagem. 

 

Ao averiguar uma denúncia referente ao bairro Cidade Nova I, repassada pela Central de Operações Policiais Militares – Copom -, a equipe da PM de Juatuba se deparou com um casal saindo de residência conhecida como ponto de comercialização e uso de tóxicos. Um dos elementos, Cláudio Ornela Silva, de 20 anos, correu e pulou vários muros, na tentativa de fugir da abordagem, sendo alcançado pela guarnição e contido. 

Foram presos ainda Aílton Rocha, 38, e Bruna Almeida, 20. A operação teve como saldo a apreensão de revólveres calibres 38 e 32, com seis munições intactas cada; 25 buchas de maconha; 102 pinos de cocaína; 92 pedras de crack; dois aparelhos celulares; uma câmera digital e R$ 10. 

Sobre o trabalho da corporação, o secretário de Segurança Pública e Defesa Civil de Juatuba, Alexandre Antônio Diniz Avelar, destacou, em conversa com a reportagem, algumas ações executadas nos últimos dias, caso dessa e também das prisões de cinco elementos acusados de arrombamentos e roubos na cidade e região, como essenciais para garantir a tranqüilidade dos moradores e comerciantes. “Gostaria de agradecer, em meu nome e da prefeita Valéria Aparecida dos Santos, no empenho dos militares. Fica o nosso agradecimento. E, queremos continuar contando com a população quanto à colaboração pelo 181 Disque Denúncia”, comentou. 

 

Ao receber um chamado com informações sobre disparos ouvidos no bairro Vivendas do Vale, em Mateus Leme, a Polícia Militar encaminhou ao endereço citado o Tático Móvel, que, com apoio das viaturas do 4º Pelotão, iniciou a busca. O responsável pelos tiros, proprietário de diversas armas de fogo, de acordo com a corporação, de alto poder lesivo, foi localizado e preso. 

Já em operação pelo bairro Atalaia, em Mateus Leme, uma guarnição da PM percorria trecho já conhecido pela intensa movimentação dos traficantes de drogas, quando avistou dois indivíduos em atitudes consideradas suspeitas. A dupla fugiu, mas foi perseguida e detida pela equipe. Com os indivíduos havia arma de fogo e munições, além de dinheiro. 

Doze elementos considerados prioritários para o sistema de Segurança Pública de Minas Gerais foram incluídos na nova lista do programa Procura-se, lançada nesta quarta-feira 13, na Cidade Administrativa, em Belo Horizonte. O projeto busca a prisão de indivíduos foragidos da Justiça, com mandados de prisão em aberto, a partir da qualificação das ações das polícias e das inteligências, por meio de denúncias ao 181.

Os alvos da segunda edição do “Procura-se” foram escolhidos levando-se em consideração a prática reiterada de crimes graves, como homicídio, roubo e tráfico de drogas. Os apontados também possuem relação com a prática de explosão de caixas eletrônicos no Estado, além de roubos a bancos.

A seleção dos 12 nomes foi realizada pela Força Tarefa Contra Explosões de Caixas Eletrônicos, lançada pelo Governo do Estado há cerca de dois meses. A iniciativa é um dos resultados do trabalho do grupo. As secretarias de Segurança Pública e de Administração Prisional, polícias Militar, Civil e Federal, além do Corpo de Bombeiros, trabalharam no fechamento da lista.

Além da prisão, a divulgação também gera o benefício de inibir a circulação dos criminosos listados. Ao ligar para o 181 Disque Denúncia para dar informações sobre um dos procurados, o cidadão tem o sigilo e o anonimato garantidos.  Ele poderá fornecer detalhes sobre onde atuam, carro e ônibus que utilizam, quem são seus comparsas, onde foram vistos, ou qualquer outro detalhe que possa contribuir com o trabalho das forças de segurança. 

O governo de Minas Gerais iniciou, nesta segunda-feira, 11, a primeira aula do "Curso Técnico em Saúde Bucal", que visa a capacitação de 37 profissionais que atuam na rede pública. A proposta é formar trabalhadores com as competências para a realização das atividades necessárias à prestação de cuidados no âmbito da prevenção de doenças, promoção e recuperação. Além disso, a expectativa é de favorecimento à reorganização das práticas, por meio da construção do conhecimento. 

Servidores de Juatuba e Mateus Leme participam da capacitação. Vânia Conceição está entre os alunos e comemora a iniciativa como uma grande oportunidade de formação profissional. 

"Sempre tive o sonho de fazer o técnico, desde que me formei como auxiliar, mas como a situação financeira estava difícil, não foi possível. Fiquei muito empolgada. Espero ser a melhor da turma e acredito que vou conseguir. Quero estar cada vez mais capacitada para ajudar a população da minha cidade”, comenta. 

A docente Ludmila Brito explica a importância da ação para a melhoria da saúde pública: "É necessário investir na formação e na qualificação dos trabalhadores em saúde bucal, como parte fundamental da construção do SUS”.  Essa edição do curso terá duração de um ano e três meses, com 1.300 horas/aulas, divididas entre teoria e prática supervisionada.

No mês de luta contra a Aids, é realizada em todo o território nacional a campanha Dezembro Vermelho, com o objetivo de chamar a atenção para as medidas de prevenção, assistência, proteção e promoção dos direitos das pessoas que vivem com o HIV. A mobilização foi criada por meio da lei 13.504, aprovada pelo Senado em outubro e publicada no Diário Oficial da União em 07 de novembro de 2017. 

Juatuba já aderiu ao movimento e reforçou as estratégias em relação ao vírus e às doenças provocadas por ele em decorrência da baixa imunidade dos portadores. Para conscientizar a população sobre a importância da precaução e da importância do diagnóstico, que pode ser feito por meio de teste rápido, a Prefeitura tem realizado uma série de atividades nas Unidades Básicas de Saúde – UBSs. Blitze educativas, orientações e palestras nos postos também fazem parte da programação, que segue até o dia 30 de dezembro. 

O município tem hoje 48 casos confirmados de contaminação pelo HIV, entre os quais, uma gestante e uma criança. Em 2016 foram notificados seis e neste ano, até o momento, há registro de um. Os novos pacientes são encaminhados para o Serviço de Prevenção e Assistência em Doenças Especializadas – Sepadi -, em Betim. Na cidade vizinha, eles têm acompanhamento ambulatorial e psicológico, e recebem os medicamentos retrovirais, que compõem o coquetel responsável por inibir a multiplicação do vírus, além de poderem contar com a assistência na UBS da região onde moram. 

Na cidade, o teste rápido pode ser solicitado nos postos de saúde do Centro (Rua João Saliba, 115); Bela Vista (Rua Governador Valadares, 1.126, Canaan); Boa Vista (Rua Eupídio Batista, 185); e Braúnas (Rua 11, 150, Jardim Baviera). O exame pode ser feito em qualquer uma das unidades, mesmo que a pessoa não resida no bairro. O resultado sai em 20 minutos e é sigiloso. 

De acordo com o Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais, do Ministério da Saúde, o número de infectados no país explodiu, entre 2006 e 2015, nas faixas de 15 a 29 anos. Além disso, segundo a UNAids, órgão das Nações Unidas para lidar com a epidemia, os casos de Aids no Brasil aumentaram 3%, entre 2010 e 2016. No mundo, essa taxa sofreu queda de 11%. 

 

SUGESTÃO DE MATÉRIA

EDIÇÃO EM PDF ONLINE