Segunda, 23 Abril 2018

Em patrulhamento ostensivo pelo bairro Canaã, em Juatuba, uma equipe da Polícia Militar avistou dois indivíduos em atitudes consideradas suspeitas. A dupla ocupava uma motocicleta e transportava uma bicicleta, que, conforme constatado posteriormente, havia sido furtada. Ao perceber a aproximação da viatura, o condutor do veículo evadiu pela contramão, tentando se desvencilhar do bloqueio. No entanto, os elementos foram perseguidos e abordados. Durante as buscas, a guarnição encontrou um celular, que constava no sistema com queixa de roubo. Os criminosos receberam voz de prisão.

Está preso desde sexta-feira, 23, Wyslan Vinicius Teixeira Barbosa, de 26 anos, que integrava a lista dos criminosos mais procurados do estado. Ele foi capturado pelos agentes das forças de segurança pública de Minas Gerais, na vizinha cidade de Nova Serrana. Mais conhecido como “Barriga”, Wyslan tinha mandados de prisão em aberto pelos crimes de homicídio qualificado, roubo tentado, além de estar envolvido em uma ocorrência de explosões de caixas eletrônicos, em fevereiro deste ano, em Mato Verde, na região Norte.

A Polícia Militar de Nova Serrana disse que havia contra o rapaz uma ordem judicial de recaptura, relacionada a uma regressão de pena da Penitenciária Regional de Formiga. Wyslan é o segundo bandido da lista “Procura-se” detido e entregue ao sistema prisional. Em dezembro, Carlos Leandro de Faria, de 21 anos, foi preso em Uberaba, no Triângulo Mineiro. O criminoso, condenado por assassinato, ocupava um veículo clonado, junto com outros dois indivíduos, também detidos.

A listagem do programa é formada pelos elementos mais perigosos de Minas Gerais, apontados pela Secretaria de Estado de Segurança Pública – SESP, polícias Civil, Militar, Federal, Rodoviária Federal, Ministério Público, Corpo de Bombeiros e Secretaria de Administração Prisional - Seap.

A produção levou em conta a prática de crimes graves, como homicídio, roubo, tráfico e explosões de caixas eletrônicos. As buscas aos envolvidos em ataques às instituições financeiras são prioridade nesta etapa.

 

Denúncias

 

De acordo com a Seap, informações sobre o paradeiro dos criminosos podem ser registradas pelo telefone do Disque Denúncia, 181. O denunciante permanece no anonimato.

 

A Polícia Militar tem novo comando em Juatuba. O tenente Renato Alves, que ficará à frente do 3º Pelotão, foi apresentado recentemente. E, já se reuniu com a prefeita Valéria Aparecida dos Santos, o presidente da Câmara, Kellissander Saliba, mais conhecido como Ted, e secretários municipais, para tratar de assuntos referentes à segurança pública na cidade. 

Entre os temas abordados durante o encontro, destaque para os transtornos encontrados pela corporação para acesso a algumas regiões, o que acaba prejudicando o patrulhamento em diversas localidades. A chefe do Executivo afirmou que essa é uma das preocupações da administração, tendo em vista que, conforme levantamento da Secretaria de Planejamento, apenas 29% da cidade conta com pavimentação asfáltica. “Estamos atentos, mas é um trabalho a ser realizado em longo prazo”, comentou Valéria. 

O tenente, que pertencia ao 65º Batalhão de Esmeraldas, tomou posse em 09 de março. A principal diretriz do trabalho, conforme ressaltou o oficial, é a participação da comunidade. “Promover segurança pública, por meio de ações preventivas e repressivas, com o envolvimento da sociedade e demais atores ligados ao tema, a fim de contribuir para que Juatuba seja um lugar mais seguro para viver. Esse é o nosso compromisso”, frisou. 

 

A Companhia de Saneamento de Minas Gerais – Copasa - irá leiloar 70 veículos na quinta-feira,  05, a partir das 10 horas, na rua Mar de Espanha, 525, bairro Santo Antônio, em Belo Horizonte. Estão disponíveis modelos Fiat Fiorino (3), Fiat Palio (3), Fiat Strada (8), Fiat Uno (10), Iveco/Daily (31), GM/S10 (11), M. Benz (3), M. Benz Sprinter (1).

Os interessados poderão vistoriar os itens entre segunda-feira, 02, e quarta-feira, 04, das 08h30 às 11h30 e das 13h às 16h, no pátio da Copasa (Mutuca - BR-040, KM 550, Jardim Canadá, em Nova Lima, sentido RJ, entre o trevo de Macacos e o posto Chefão). É proibido levar mochilas, capacetes, bolsas e equivalentes, bem como fotografar outros lotes que não integrem o edital.

Os veículos serão leiloados no estado de conservação em que se encontram, não cabendo qualquer reclamação posterior. O pagamento do bem arrematado deverá ser feito no valor integral em até 48h após a realização do certame, exclusivamente por meio de boleto bancário – entregue ao arrematante no evento.

Podem participar pessoas físicas ou jurídicas, qualquer instituição ou associação, com exceção dos empregados da Copasa e da Copasa Serviços de Saneamento Integrado do Norte e Nordeste de Minas Gerais S/A – Copanor. O prazo máximo para a retirada será de até 15 dias corridos, a contar da data do leilão.  Mais informações em www.copasa.com.br. 

 

As intensas chuvas que caíram nos últimos meses sobre a capital mineira e cidades no entorno afastaram o “fantasma do racionamento”, que causou transtornos na Região Metropolitana de Belo Horizonte, a partir de 2015. Pelo menos, foi isso o que declarou a Companhia de Saneamento de Minas Gerais – Copasa – no Dia Mundial da Água, celebrado na quinta-feira, 22. De acordo com informações da estatal, os níveis dos reservatórios de Serra Azul, responsável pelo abastecimento de Juatuba, Mateus Leme e diversos outros municípios próximos, Rio Manso e Vargem das Flores, tiveram elevação considerável. Conforme os relatórios divulgados pela empresa, as três represas, que formam o Sistema Paraopeba, alcançaram, nesta semana, 45,4%, 96,43% e 80,8%, respectivamente. 

Os índices são superiores aos do mesmo período de 2017. Na época, Serra Azul tinha 37,8%, Rio Manso, 79,6%, e Vargem das Flores, 61,4%. Em 12 de março, foram registrados 30 milhões de metros cúbicos a mais que na mesma data, no ano passado, segundo o diretor de Operação Metropolitana da Copasa, Rômulo Pirelli. 

A estatal também considera como fator preponderante para melhora nos níveis dos reservatórios a obra de captação do rio Paraopeba. Inaugurada em 2015, a construção permitiu o bombeamento de cinco mil litros por segundo, a fio d’água, para a estação de tratamento do Rio Manso. “Conseguimos captar 168 milhões de m³ somente com essa intervenção. Se não fosse esse feito, teríamos, hoje, cerca de 40 milhões de m³ proveniente das chuvas”, ressalta Pirelli. O total acumulado nas barragens atinge a marca de mais de 211 milhões de m³, bem acima dos 176 mi, contabilizados em 2017 e dos 150 mi, em 2016.

Rômulo Pirelli afirmou que, mesmo que não chova nos próximos 18 meses, o volume armazenado é suficiente para vencer a fase de seca. Ele demonstrou otimismo em relação ao assunto. “Estamos tranquilos. Não faltará água em Belo Horizonte e Região Metropolitana. Não teremos rodízio e nem racionamento nos próximos 20 anos, graças à cheia dos reservatórios”, garantiu. 

 

A Petrobras anunciou que pretende investir cerca de R$ 150 milhões na Refinaria Gabriel Passos – Regap -, que, localizada na vizinha cidade de Betim, completa meio século de operação nesta sexta-feira, 30. Os recursos serão destinados a vários projetos, que visam a otimização da planta, aumento da eficiência das unidades operacionais, renovação do maquinário, modernização e troca de sistemas e medidas de proteção ao Meio Ambiente. 

No entanto, não há previsão de aumento da produção da Regap, hoje estipulada em 26,4 mil metros cúbicos de combustíveis por dia, com atendimento à demanda existente em Minas Gerais e em outros estados, como o Espírito Santo. Atualmente, a planta opera com cerca de 91% da capacidade total. Mas, ainda assim, há perspectiva de geração de empregos diretos e indiretos. Atualmente, 1.870 pessoas trabalham na unidade, entre funcionários da própria Petrobras e contratados, em três turnos diferentes, todos os dias.

A Regap foi inaugurada em 30 de março de 1968 e produzia o equivalente a 45 mil barris/dia. Hoje, a empresa ocupa uma área de 11,9 quilômetros quadrados e tem capacidade autorizada de refino de 166 mil tonéis, provenientes do pré-sal e do pós-sal da Bacia de Campos, diariamente. A empresa é responsável pela arrecadação de R$ 5,8 bilhões em Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços – ICMS – na Região Metropolitana de Belo Horizonte – RMBH.

 

A partir de agora, Juatuba passará a contar com um Conselho Municipal de Políticas sobre Drogas – Compod -, que atuará como órgão colegiado de caráter normativo, consultivo e deliberativo. O trabalho será vinculado à Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social. 

O Compod terá como foco o desenvolvimento de iniciativas nacionais de prevenção, tratamento, reabilitação e reinserção social de ex-usuários de entorpecentes. Os conselheiros coordenarão as atividades de todas as instituições e entidades de Juatuba, responsáveis pelo desenvolvimento das ações, que visaram também coibir o tráfico.

Entre as atribuições do órgão estão a de instituir e executar o Programa Municipal de Políticas sobre Drogas – Prompd, propor ao Executivo Municipal, ao Estado e União a celebração de convênios, parcerias, acordos, contratos e quaisquer outros ajustes, que viabilizem avanços na área. 

 

Semana de conscientização 

 

Foi aprovada também pela Câmara de Juatuba a criação da Semana Municipal Antidrogas. A data será comemorada sempre no mês de junho. Estão previstas campanhas educativas e de prevenção ao uso de substâncias psicoativas e entorpecentes, como palestras, oficinas e workshops, com participação ativa de toda sociedade, das secretarias de Segurança Pública e Defesa Social, de Saúde e de Assistência Social, além das polícias Militar e Civil, associações com trabalhos ligados ao tema e instituições de ensino.

 

Desde sexta-feira, 23, a Secretaria de Saúde de Mateus Leme está na rua Guaraciaba Passos, 1.443, Centro. De acordo com a administração municipal, a nova sede oferece melhores condições de trabalho para os funcionários, além de mais comodidade aos usuários da rede pública, com a centralização de todos os serviços em um único local. Os atendimentos são feitos de segunda a sexta-feira, das 07h às 16h e das 13h às 16 horas. Para informações está disponível o telefone 3535-4340.

 

Mais de 1.500 pessoas que aguardavam assistência oftalmológica em Juatuba conseguiram ser atendidas, conforme informações divulgadas nesta semana pela Secretaria de Saúde. De acordo com os dados apresentados pela pasta, medidas adotadas desde 2017 permitiram à Prefeitura acabar com a espera por esse tipo de procedimento. A primeira delas foi a implantação da especialidade na cidade. 

 “Atualmente são realizados no município 20 atendimentos por semana, mas para garantir esse feito foi preciso manter parte da demanda pela i.Cismep (Instituição de Cooperação Intermunicipal do Médio Paraopeba) e no inicio deste mês, foram adquiridas 800 consultas desta especialidade, zerando a fila”, afirma a secretária, Cinthya Pedrosa. Para o agendamento, na “Casa Amarela”, é imprescindível o encaminhamento médico. 

Cirurgias eletivas 

Na semana passada, conforme publicado pelo JORNAL DE JUATUBA E MATEUS LEME, a prefeita Valéria Aparecida dos Santos e o presidente da Câmara, Kellissander Saliba, o Ted, anunciaram que vão trabalhar juntos para reduzir a demanda reprimida por cirurgias eletivas. A intenção é unir esforços com municípios da região, para ampliar o acesso aos procedimentos de média e alta complexidade. 

As negociações incluem o Hospital Regional de Betim e o Hospital Evangélico, em Belo Horizonte. O poder público de Juatuba quer a criação de uma rede para acelerar os atendimentos, a partir de uma espécie de mutirão. 

 

Até o fechamento da última folha de pagamento do Instituto Nacional do Seguro Social – INSS -, aproximadamente 2,4 milhões de aposentados, pensionistas e demais assegurados da Previdência não haviam comprovado que estão vivos. O procedimento é obrigatório para toda pessoa que recebe benefício e deve ser feito anualmente. 

Para convocar os que não passaram pelo processo há mais de um ano, foi estipulado um prazo final, que varia de acordo com cada banco. Existem instituições financeiras que utilizam o aniversário do beneficiário; outras, a data em que foi concedida a pensão ou aposentadoria; enquanto algumas  chamam para o recadastramento um mês antes do vencimento da última comprovação de vida realizada.

Quem não atende à convocação, pode ter os recursos suspensos. Portanto, quem está nessa situação, deve procurar o banco pagador o mais rápido possível para regularizar e reativar os depósitos. Sem isso, após um período, o benefício é cancelado permanentemente.

A comprovação de vida, também conhecida como renovação de senha ou, ainda, fé de vida, tem como objetivo evitar pagamentos indevidos. Em 2017, mais de 100 mil assegurados tiveram os pagamentos suspensos/cessados, gerando uma economia de R$ 1,2 bilhão aos cofres públicos.

De acordo com o último relatório emitido pelo INSS, em Mateus Leme 582 beneficiários ainda não fizeram a comprovação de vida. Em Juatuba, 264 pessoas ainda precisam comparecer ao banco para o recadastramento. Grande parte dos 2,4 milhões de pessoas que ainda não realizaram o procedimento é de Minas Gerais.  O estado é o segundo com mais regularizações pendentes, com 330,3 mil, atrás apenas de São Paulo. 

 

SUGESTÃO DE MATÉRIA

EDIÇÃO EM PDF ONLINE