Quinta, 16 Agosto 2018

Violeiros do Médio Paraopeba abrem apresentação do humorista, cantor e compositor

O “Minas ao Luar” chegará a Mateus Leme no próximo sábado, 04, numa parceria da Prefeitura com o Serviço Social do Comércio – Sesc -, responsável pela execução do projeto, que visa a valorização da música brasileira e da cultura popular. A iniciativa garante apresentações gratuitas, de artistas consagrados. A atração principal desta edição será o humorista, cantor e compositor Saulo Laranjeira. A abertura do espetáculo ficará por conta do grupo Violeiros do Médio Paraopeba. As apresentações terão início às 20 horas, na área central, com estrutura montada no mesmo espaço onde é realizada a tradicional “Festa de Junho”.

Saulo Laranjeira idealizou e foi apresentador, desde 1987, do programa “Arrumação”, nome também da banda que o acompanha nos shows. O objetivo era divulgar as diversas manifestações artísticas do país, incluindo poesia e causos. Ele ainda interpretou o deputado João Plenário, em “A Praça É Nossa”, exibida pelo SBT.

 Será realizada no próximo fim de semana uma grande festa destinada à arrecadação de fundos para obras de reforma e ampliação da Associação União Boa Esperança, que representa os bairros Jardim Leme e Jardim Boa Vista. No sábado, 28, a partir das 18 horas, haverá quadrilha, barraquinhas de comidas típicas e música ao vivo com a dupla Bruno & Vinícius.

Já no domingo, 29, cavalgada com as comitivas que sairão das cidades de Florestal, Juatuba e Mateus Leme, às 09h. Os integrantes se encontrarão às 11 horas, na igreja, e seguirão rumo ao campo do Jardim Leme. Os grupos carregarão as bandeiras dos municípios.

A expectativa é da entidade é de que compareçam cerca de 100 cavaleiros. A Prefeitura de Juatuba apoiou a iniciativa, com a montagem de estrutura e contratação do cantor Caetano, que se apresentará no encerramento das festividades.

 Dom Giovanni d´Aniello celebra missa em Itaúna

O Núncio Apostólico do Brasil, Dom Giovanni d’Aniello, está em Divinópolis, para a abertura das comemorações pelo Jubileu de Diamante da Diocese, que completará 60 anos em 2019. Ele presidirá uma missa neste sábado, 21, a partir das 19h30, na Igreja Nossa Senhora das Dores, no bairro Nações, e outra no domingo, 22, às 09h, na Catedral. Em seguida, partirá para Itaúna e conduzirá a celebração eucarística, à noite, na Matriz de Sant´Ana.

A instituição foi criada em 11 de julho 1958 e instalada em 1959. Na segunda-feira, 23, o religioso participará da inauguração do Seminário Diocesano. A programação completa do Jubileu de Diamante pode ser consultada em www.diocesedivinopolis.org.br.

 

A Casa de Cultura Cássia Afonso de Almeida receberá mais uma edição do Circuito de Música Dércio Marques, o Dandô, no domingo, 22. Dessa vez, o projeto trará a Mateus Leme a cantora Kris Pires, que será recebida por Gustavo Freire, em conformidade com a proposta da iniciativa, de sempre colocar no palco um artista da terra.

Natural de Araraquara, no interior de São Paulo, Kris Pires é também violonista e compositora, professora de canto e violão, além de diretora do grupo Seresteiros, que integra, ao lado dos três filhos e da irmã. Com forte influência dos ritmos brasileiros, especialmente do samba, impõe sensibilidade e elementos de origens, do pop, da marchinha e de outras manifestações ao trabalho que desenvolve. Ela lançou recentemente o CD “Andarilhando”, composto por canções autorais e diversas parcerias.

 A apresentação terá início às 16h e os espectadores deverão contribuir com, no mínimo, R$ 10. A Casa de Cássia fica na rua Meyer, 105, Vila Suzana. Mais informações pelo telefone 9 9622 -1090.

Os amantes da Sétima Arte têm programa garantido para este sábado, 21. Mateus Leme recebe a Mostra do Filme Livre, a maior do segmento no país, com sessão gratuita do longa-metragem “Fernando”, a partir das 17 horas, no cineclube da Casa de Cultura Cássia Afonso de Almeida. A obra foi dirigida por Igor Angelkorte, Julia Ariani e Paula Vilela, do Rio de Janeiro.

 

Com 71 minutos, a produção, de 2017, mostra a vida de um professor e artista, hoje com 70 anos de idade. Ele é provocado a interpretar a si próprio, mesclando a realidade do cotidiano com a ficção encenada conforme o roteiro elaborado pelos três idealizadores.

Apresentado no Festival Internacional Olhar de Cinema, em Curitiba, no Paraná, o filme dá um passo a mais na tendência contemporânea de exploração das fronteiras entre o documental e o ficcional, por conta da ocupação do protagonista, que tanto atua como ensina.

 A Mostra Livre é realizada anualmente, nos meses de julho e agosto, em todo o Brasil. Os cineclubes são inscritos previamente para exibição das produções, caracterizadas pela liberdade na forma e no conteúdo. O conjunto completo de obras é levado a algumas capitais, enquanto outras cidades são contempladas com duas de três seleções, à escolha das agremiações interessadas. O objetivo é expandir o alcance desses trabalhos, feitos à margem das leis de incentivo e do capital.

Durante reunião com aproximadamente 50 moradores, a Polícia Militar de Juatuba oficializou a instalação da Rede de Proteção Preventiva na Vila Maria Regina. O comandante do 3º Pelotão, tenente Renato Alves, conduziu os trabalhos e em palestra aos representantes do bairro, destacou a importância da medida para a garantia de tranquilidade à população.

 

 De acordo com os dados apresentados pela corporação, o índice de criminalidade em 2018 já caiu cerca de 80%, na comparação com os primeiros meses do ano passado. Em conversa com a reportagem, o oficial salientou que a redução da violência foi possível devido às mudanças no planejamento estratégico, com a intensificação das atividades na região.

O sistema que começa a funcionar agora envolve a comunidade no trabalho desenvolvido com o intuito de coibir as ações dos bandidos. Os participantes do encontro receberam orientações diversas acerca da segurança pública, especialmente no que tange ao uso de cerol e linha chilena, materiais proibidos, mas, que muitas pessoas ainda costumam usar, principalmente nesta época do ano, quando é mais comum a prática de soltar pipas.

Na sexta-feira, 13, a Polícia Militar de Juatuba prendeu um casal acusado de homicídio. As diligências para localizar os suspeitos começaram com informações recebidas, via telefone e anonimamente, sobre um cadáver encontrado às margens da BR-262, Km 363, na altura do Jardim Baviera. O homem, conhecido como “Léo Pinguinha” e identificado no local, tinha sinais de agressões provocadas por machadadas.

 Ao apurar os fatos, a equipe constatou que na noite anterior, a vítima estava em uma residência na Rua 23, número 80, perto do trecho onde foi morta. As guarnições foram até ao endereço e tomaram depoimentos dos moradores, um casal, além de realizarem vistorias em busca da arma do crime. De acordo com o boletim de ocorrências registrado, os suspeitos demonstraram nervosismo e entraram em contradição ao responder questionamentos a respeito do machado.

O principal acesso do Centro de Mateus Leme a Sítio Novo está em obras desde quinta-feira, 12. As intervenções contemplam limpeza, manutenção e encascalhamento, numa extensão de aproximadamente 12 quilômetros. O trabalho deve continuar até o fim de agosto, já que está prevista ainda a construção de lombadas e canais para drenagem das águas pluviais. A medida visa melhorias na mobilidade, no período chuvoso, que já se aproxima.

 Atualmente, a estrada que interliga o distrito de quase 1.500 habitantes à área urbana é rota de ônibus entre Mateus Leme a Pará de Minas, de escoamento da produção de leite, e de trânsito de proprietários rurais e de sitiantes. “Trata-se de uma determinação do prefeito Júlio Fares, desde o início dessa gestão. Por isso, estamos objetivando manter as vias em boas condições para garantir o fluxo dos veículos”, disse o vice-prefeito e secretário, Roberto Rodrigues.

Para que haja o menor impacto possível, para diminuição do desconforto da população, um caminhão-pipa tem irrigado a estrada de terra, visando amenizar a poeira.

A 9ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais – TJMG – confirmou sentença da Comarca de Itaúna, que condenou a concessionária da MG-050 a indenizar a Ferguminas Siderurgia Ltda. em cerca de R$ 7,8 mil, por danos materiais. De acordo com os autos, um veículo da empresa colidiu com animal que invadiu a pista. Para o TJMG, cabia à responsável pela estrada fiscalizar e coibir a presença dos bichos.

A defesa alegou que não havia prova de que a conduta dos acusados tenha influenciado no acidente. Sob os argumentos de que não ficou caracterizada a causa do sinistro, os réus ressaltaram que a perícia concluiu não terem sido causadas por um bovino as marcas no carro. Ao analisar o processo, o relator, desembargador Amorim Siqueira, observou tratar-se de sociedade privada prestadora de serviço público, cuja responsabilidade é objetiva, ou seja, responde independentemente da existência de culpa pelos prejuízos porventura causados em decorrência do exercício da atividade.

 O caso foi registrado no dia 1º de maio de 2009, por volta de 00h30, nas proximidades do Km 257. O automóvel chocou-se com um boi. O condutor transitava pelo mesmo trecho, quando o bicho, de cor escura, adentrou repentinamente a pista de rolamento, não sendo possível evitar o atropelamento. Para o relator, é evidente a omissão na conservação, manutenção e fiscalização da via pública, incluindo-se a obrigação de sinalizar eventuais travessias de animais. O magistrado disse que a concessionária não incluiu aos autos qualquer elemento que corroborasse a alegação de que cumpriu com esses deveres.

“Como se sabe, o boletim de ocorrência goza de presunção relativa de veracidade, em função da fé pública da autoridade policial que o lavra, impondo àquele que discorda dos seus termos produzir prova contrária para desconstituí-lo", acrescentou, ponderando que, apesar de o laudo pericial não ser conclusivo no sentido de afirmar que o incidente foi proveniente de colisão com um bovino, o documento pontuou várias vezes a possibilidade de um animal do mesmo porte ter sido a causa do evento.

 Em campanha

 Na terça-feira, 17, a concessionária deu início à campanha “Segura o Bicho”, que visa combater a presença de animais na pista. Conforme as informações divulgadas pela assessoria do grupo, a iniciativa faz parte do Plano de Gestão Social – PGS. As atividades foram desenvolvidas em toda a extensão da MG-050, que liga Juatuba a São Sebastião do Paraíso, no Sul de Minas, divisa com o estado de São Paulo.

 Durante a mobilização, as equipes visitam propriedades próximas aos locais onde houve registros bichos na faixa de domínio, buscando sensibilizar os produtores rurais quanto à importância de agir preventivamente e manter as cercas em boas condições.

O público-alvo também é conscientizado sobre as obrigações previstas no artigo 936 do Código Civil, que responsabiliza o dono do animal por acidentes e danos que o mesmo venha causar.

Para denúncias, está disponível o Centro de Controle Operacional (0800 282 0505 – opção 2). As ligações são gratuitas, inclusive para celular, e o serviço funciona 24 horas por dia.

Troca atende solicitação da Paróquia para garantia de segurança e valorização do patrimônio

A administração de Mateus Leme substituiu as lâmpadas da Matriz de Santo Antônio, de mercúrio para vapor de sódio. A troca das luminárias, compostas por 12 holofotes e dispostas em quatro torres que circundam a igreja, visa aumentar a segurança dos transeuntes e valorizar a edificação centenária, tombada pelo Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais – Iepha/ MG. A economia é outra vantagem apontada pelo governo.

De acordo com o chefe de Gabinete, Marcus Júnior Diniz, a intervenção atendeu à solicitação da Paróquia. “É um de nossos principais cartões postais”, comentou. O prefeito Júlio Fares salientou a importância da medida para dar mais tranquilidade a quem passa pela área central. “Muitas pessoas transitam por ali à noite e, além desse fator, o Município terá menos despesas para a manutenção”, frisou o chefe do Executivo. O serviço foi realizado na manhã d quarta-feira, 17.

SUGESTÃO DE MATÉRIA

EDIÇÃO EM PDF ONLINE