Terça, 19 Junho 2018

Prefeita pretende fazer representações contra todas as “fake news” a respeito da atual administração

 

Em 2016, a prefeita Valéria Aparecida dos Santos aceitou uma proposta da Instituição de Cooperação Intermunicipal do Médio Paraopeba – i.Cismep – para a aquisição de exames pelo Município, oferecidos entre agosto e novembro, aos usuários da rede pública. De acordo com informações obtidas pelo JORNAL DE JUATUBA E MATEUS LEME, o consórcio reuniu diversos gestores para informar que anteciparia os procedimentos. A intenção era fechar o calendário em outubro, dando três meses, até dezembro, para que as prefeituras fizessem o pagamento pelos serviços prestados, sem que ficassem restos a pagar para o ano subsequente. A medida visava principalmente evitar que as novas administrações não cumprissem com os compromissos firmados.

 

Diante da longa fila para a área de Oftalmologia, com mais de três mil pessoas à espera de assistência, Juatuba foi uma das cidades a aceitar a proposta da i.Cismep, que agendou os atendimentos conforme a disponibilidade. No entanto, apesar de a iniciativa ter partido do consórcio, assim como os prazos estabelecidos para a quitação dos débitos, a situação acabou na Justiça Eleitoral, após uma denúncia anônima. A acusação era de possível abuso de poder econômico por parte de Valéria, pelo fato de o contrato ter sido firmado em ano de eleições municipais. “Eu autorizei a compra dos exames por causa da demanda reprimida que a gente tinha e recebemos uma boa oferta naquele momento, ainda em julho. Eu só pensei em atender as pessoas que aguardavam e aceitei”, contou a gestora, em entrevista nesta semana, quando falou pela primeira vez publicamente a respeito do processo que vem enfrentando.

 

Valéria destacou que Juatuba não foi o único Município a contratar os procedimentos e que sequer realizou todos os pedidos, que eram pouco mais de mil exames. De acordo com a chefe do Executivo, em algumas cidades foram feitos quase dois mil procedimentos. A prefeita ressaltou também que uma prova de que o contrato não foi assinado com motivações políticas é o número de atendimentos posteriormente ao pleito, uma quantia bem maior.

 

“Passada a eleição, já fizemos mais exames do que naquela época, zeramos a fila de espera da Oftalmologia. Sem contar que hoje, a maioria da demanda do dia a dia está sendo atendida em Juatuba. Em 2017, nós conseguimos uma especialista que atende no consultório aqui, hoje na Casa Amarela”, explicou.

 

Notícias falsas

 

No dia 19 de abril, a Procuradoria Regional Eleitoral em Minas Gerais emitiu parecer desfavorável a recurso impetrado por Valéria Aparecida dos Santos, o que não significa uma decisão a respeito do caso, já que ainda não houve relatório oficial do relator e muito menos foi marcado julgamento. No entanto, foram divulgadas nas redes sociais notícias falsas (“fake news”) dando conta de que o mandato da prefeita foi cassado pela Justiça, deixando a população confusa sobre o que de fato estaria acontecendo em relação à situação da gestora.

 

“Fico muito triste, porque sou uma pessoa honesta, correta. Eu estou sendo acusada injustamente. Sempre ajudei a população a conseguir esses exames e vou continuar ajudando! Não é porque eu estou num cargo eletivo que eu vou deixar de atender a quem precisa. Eu não iria pensar em mim e deixar o povo sem assistência, mesmo que isso custe meu mandato! Eu não me arrependo de ter assinado o contrato, tinha que ter autorizado sim! Por que eu vou ter uma oferta e não vou marcar os exames se a comunidade está precisando?”, declarou Valéria.

 

A gestora disse também que a partir de agora fará representações contra todas as “fakes news” que surgirem envolvendo o nome dela, do vice-prefeito Alcides Osório da Silva, o Cidinho, de outros membros do Executivo e até do Legislativo. “Chega uma hora em que é preciso dar um basta. Eu cansei do pessoal fazer de mim gato e sapato. As pessoas têm que ajudar a construir e não fazer o que temos visto nos últimos tempos”, comentou.

 

Segundo Valéria, as publicações de notícias falsas acabaram afetando a vida pessoal e até a família. A prefeita lembrou ainda do ingresso na política, justamente pelo envolvimento com a saúde e para ajudar a população. “Eu sou efetiva na área. Então, até mesmo quando eu era vereadora, trabalhava no setor. Na minha casa não tem hora para me procurarem e isso não é de agora, como prefeita”, disse. Valéria enfrentou, desde a campanha eleitoral pela reeleição, nove ações, motivadas por denúncias diversas. Porém, oito processos foram arquivados por não serem comprovadas irregularidades, restando apenas o referente ao contrato com a i. Cismep, que ainda está sendo apurado pela Justiça.

Com dois casos notificados neste ano, Município amplia acesso aos exames e tratamento

 

A mobilização Maio Vermelho, que propõe ampliação do trabalho de prevenção ao câncer bucal, chegou a Mateus Leme, a partir de uma série de ações promovidas pela Secretaria Municipal de Saúde, com foco, principalmente, no diagnóstico precoce da doença. E, junto do Dia D da Campanha de Vacinação contra a Gripe, neste sábado, 12, dentistas estarão disponíveis nas Unidades Básicas de Saúde – UBS – do Santa Barbara, Azurita, Serra Azul e Imperatriz, para a realização de exames.

 

O público-alvo é composto por pessoas na faixa etária acima dos 20 anos. Se diagnosticados problemas durante a consulta, o profissional encaminhará o paciente a um estomatologista da rede pública e, se necessário, será feita a biópsia. Para reforço do combate à enfermidade, médicos das UBS passaram por capacitação, na sexta-feira, 04. Apenas no primeiro semestre de 2018, foram registrados dois casos de câncer de boca em Mateus Leme.

 

Riscos

 

Os principais fatores de risco para o câncer bucal são a ingestão de bebidas alcoólicas, o uso de tabaco e exposição prolongada à radiação solar. Quando fumo e álcool estão associados, o perigo de desenvolver a doença é maior.

A equipe do Centro de Especialidades Médicas - CEM - de Juatuba atende em novo endereço desde quinta-feira, 10. A unidade, mais conhecida como “Casa Amarela”, foi transferida para a rua José Monteiro, 61, 1º andar, Centro, próximo à ponte do bairro Satélite. A justificativa da administração para a mudança é a necessidade de um espaço mais adequado à assistência prestada à população. O telefone permanece o mesmo: 3535 - 8558.

Os eleitores que estão em dia com a Justiça Eleitoral, mas pensam em buscar atendimento apenas para imprimir a segunda via do título, podem ficar despreocupados. Isso porque o e-Título substitui o documento na hora de votar. Basta baixar o aplicativo disponível para iOS e Android, no smartphone ou tablete, e preencher os dados cadastrais. A plataforma apresenta informações como dados da zona do usuário e a situação em tempo real. Atualizado esta semana, o aplicativo permite, a partir de agora, a emissão da certidão de quitação eleitoral, além da certidão de crimes eleitorais, por meio do QR Code.

Tarifa é de 90% sobre o consumo de água e acusações são de que a concessionária ainda descarta dejetos nos ribeirões

 

Desde agosto de 2017, os moradores de Mateus Leme pagam mais pela tarifa de esgoto. A Companhia de Saneamento de Minas Gerais - Copasa - aumentou a tarifa, que incide sobre o consumo de água, de 63,4% para 90%. Muitas reclamações têm sido feitas a respeito e o percentual aplicado foi um dos motivos, inclusive, para a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito - CPI - pela Câmara, diante dos indícios de que a concessionária dos serviços na cidade não trata os dejetos em todas as regiões.

 

Nos últimos dias, o caso acabou nas mãos do Ministério Público, que averiguou a situação, em atendimento ao pedido do vereador Arilton Gaudêncio Santiago, o “Pretinho do Hospital”. A Promotoria surpreendeu a população, ao responder que não detectou irregularidades em relação ao tributo, e gerou diversas manifestações, principalmente nas redes sociais da internet. Usuários da rede fizeram protestos, criticaram a atuação da Copasa e chegaram a afirmar que é um absurdo pagar por algo inexistente, com base nas evidências de que parte dos resíduos é despejada diretamente em ribeirões.

 

Na época da majoração, a empresa alegou que a medida era necessária para ampliação do trabalho executado, com o completo tratamento dos efluentes antes da devolução ao Paraopeba. Os consumidores, por sua vez, acusaram a estatal de cobrar um valor muito alto diante do que oferece. Na ocasião, em entrevista a programa jornalístico da Rede Record, cidadãos disseram que a empresa canaliza o esgoto direto para o rio, sem tratamento, deixando a água com odor insuportável e matando os peixes.

 

A Copasa é responsável pelo sistema de saneamento e abastecimento do município desde 2010. De acordo com o comunicado emitido pela companhia alguns meses antes da revisão da taxa entrar em vigor, o acréscimo de 26,6% estava em consonância com as normas estabelecidas pela Agência Reguladora de Serviços de Abastecimento de Água e de Esgotamento Sanitário do Estado de Minas Gerais – Arsae/ MG. A empresa afirmou ainda que a tarifa é a mesma praticada em todos os municípios onde detém a concessão.

 

Comissão Parlamentar de Inquérito

 

Em março passado, a Câmara de Mateus Leme instaurou uma Comissão Parlamentar de Inquérito - CPI -, com o objetivo de averiguar os serviços prestados ao Município pela Companhia de Saneamento de Minas Gerais – Copasa. O requerimento, iniciativa do vereador Cristiano de Oliveira, foi apresentado em atendimento às inúmeras reclamações em relação ao trabalho da estatal na cidade. Ele preside a CPI, que tem José Ronaldo como relator e José Edson dos Santos, o “Edinho do Som”, na composição.

 

A medida visa apurar diversas denúncias feitas contra a empresa, alvo de manifestações de desagrado dos consumidores. As queixas, que se arrastam há tempos, motivaram Cristiano de Oliveira a iniciar os procedimentos, com foco na busca de soluções para os problemas apontados, ainda em 2017. Queixas da Associação de Moradores de Azurita, uma das comunidades mais prejudicadas, pela falta de abastecimento e qualidade duvidosa do líquido que chega às torneiras, impulsionaram o processo.

 

O principal motivo da abertura da CPI foi o aspecto turvo da água fornecida, por longos períodos, à população de várias regiões da cidade e, especialmente de Azurita, que sofre também com a falta do recurso, às vezes por dias seguidos. Outra possível irregularidade apontada é referente à cobrança da taxa de esgoto, que, conforme as acusações, em diversos pontos é apenas coletado, sem a cobertura de 100% do tratamento. Também é alvo de questionamento a falta de manutenção da pavimentação das ruas, após obras realizadas pela estatal. Ainda não foram divulgados resultados acerca das investigações feitas pelos vereadores.

Estão abertas as inscrições para o vestibular da Universidade de Itaúna, para a formação de turmas no segundo semestre de 2018.

As vagas são para Administração, Arquitetura e Urbanismo, Ciências da Computação, Ciências Contábeis, Direito, Educação Física, Enfermagem, Engenharia Mecânica, Engenharia Civil, Fisioterapia, Medicina, Nutrição, Odontologia, Pedagogia e Gestão Comercial. As inscrições devem ser feitas até o próximo dia 17, em www.uit.br. A taxa é de R$ 80, exceto para o curso de Medicina, fixada em R$ 320. As provas serão realizadas em 26 de maio.

Fé, devoção, comida e muita diversão para a comunidade de Azurita. Serão esses os principais elementos do Arraial Mariano da Catequese, que chegará à quarta edição, em 2018. O evento começará em 19 de maio, sábado, com reza do terço, às 18 horas, missa, 18h30, seguida de procissão com a imagem de Nossa Senhora, e animada quadrilha, a partir das 20h30. Às 21h30, subirá ao palco a banda Pégasus.

 

No domingo, 20, celebração eucarística, às 10h, e às 11h, feijoada beneficente, na Praça de São Sebastião, em prol do Conselho de Desenvolvimento Comunitário de Azurita – Condecoma – que realiza trabalho social junto às crianças e adolescentes do distrito, por meio do Projeto Pedra Azul. O cantor Caetano animará o público com repertório em voz e violão. Haverá barraquinhas de comidas típicas durante os dois dias de festividades. Mais informações pelo telefone 8805-9132.

A Casa de Cultura Cássia Afonso de Almeida tem programação especial para domingo, 20 de maio, a partir das 16 horas. O espaço recebe mais uma atração do Circuito de Música Dércio Marques - Dandô -, que apresenta em Mateus Leme, dessa vez, a cantora chilena Cláudia Manzo. A artista é conhecida pelas experimentações em diversas linguagens ao longo da trajetória, passando pela dança e teatro. Nascida em Santiago, capital do Chile, ela iniciou a carreira em festivais e, desde então, encantada com o repertório latino, decidiu extrapolar as fronteiras da América do Sul.

 

Com trabalho autoral e releituras, Cláudia Manzo já se apresentou em palcos e centros culturais de Belo Horizonte e realizou turnê também por outros estados brasileiros. Apontada pelos críticos como “dona de uma musicalidade marcante e de uma voz expressiva”, costuma levar o público a diferentes viagens poéticas e imaginárias.

 

Antes da apresentação de cada visitante, os artistas locais, chamados de anfitriões, fazem uma pequena intervenção. A chilena será recebida pelo Coral Encanto, da Associação Arte Cultura e Fantasia. A Casa de Cássia fica na rua Meyer, 105, Vila Suzana. Os ingressos custam R$10.

 

Caravana musical

 

O Circuito Dandô é uma caravana musical idealizada pela cantora Kátya Teixeira, e teve início em 2013, com apresentações em cidades de São Paulo, Rio Grande do Sul, Paraná, Goiás e Minas Gerais. A proposta é divulgar a obra de Dércio Marques e, ao mesmo tempo, garantir a visibilidade e sustentabilidade dos músicos e grupos que não se encaixam no padrão comercial. A mostra percorre diversas cidades brasileiras, entre as quais Mateus Leme, que recebe neste ano atrações das cinco edições, nos meses de maio, julho, setembro, novembro e dezembro.

Instalação da unidade visa desburocratização dos serviços e fortalecimento da economia da cidade

 

A administração de Mateus Leme assinou na segunda-feira, 07, o convênio para a instalação da Sala Mineira do Empreendedor na cidade. A unidade será garantida por meio da parceria do Município com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas - Sebrae - e a Junta Comercial do Estado de Minas Gerais - Jucemg. O objetivo é simplificar o ambiente de negócios e facilitar a abertura de empreendimentos, com incentivo à formalização das atividades e promoção do desenvolvimento sustentável.

 

 

O prefeito Júlio Fares ressalta que o espaço garantirá maior proximidade entre o Executivo e os empresários, de todos os portes e segmentos. “Teremos oportunidade de conhecê-los melhor, assim como os ramos em que atuam, o que criará condições para que possamos auxiliá-los, de acordo com as necessidades de cada um”, comenta o gestor. Fares destaca ainda os benefícios para o fomento da economia local, uma vez que os procedimentos. A iniciativa abrange ainda a capacitação, por meio de palestras, cursos e consultorias. Entre os serviços oferecidos pela Sala Mineira do Empreendedor estão orientação para regulamentação de empresas, cadastramento dos interessados em participar de processos licitatórios, distribuição de materiais informativos e adesão ao sistema Minas Fácil, por exemplo.

 

 

Para o chefe de Gabinete, Marcus Júnior, a criação da unidade é um catalisador. “O papel principal é ajudar na gestão dos negócios. A instalação desse espaço viabilizará o surgimento de oportunidades e, consequentemente, aumento da geração de emprego e renda, além de divisas para o Município”, comenta.

 

 

Bons resultados em Juatuba

 

 

No fim de fevereiro, a Prefeitura e a Câmara de Dirigentes Lojistas inauguraram a Sala Mineira do Empreendedor, que, devido aos bons resultados, já se tornou referência para os municípios da região. A administração tem comemorado o sucesso alcançado com a unidade, que atende média de dez pessoas por dia, e aposta na qualificação.

 

 

Com 22 mil habitantes, Juatuba tem mais de 1.100 Microempreendedores Individuais - MEIs - e aproximadamente 750 empresas ativas, sendo que cerca de 20 foram abertas após a chegada do serviço.

 

 

“Já oferecemos capacitação, em parceria com o Sebrae, e, conseguimos realizar o primeiro curso com voluntário do município, um professor universitário que ensinou conceitos básicos de Matemática para cálculos de materiais na construção civil. Os trabalhos continuam intensos, com uma agenda repleta de oportunidades para a população”, diz a agente de Desenvolvimento, Valquíria Jaqueline Diniz.

 

 

Programação na Semana do MEI

 

 

A programação da Semana do Microempreendedor Individual começará com ação do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas – Sebrae – com o tema “Como formar preço”, na segunda-feira, 14, das 14h às 18h. Às 17h30, a prefeita Valéria Aparecida dos Santos receberá as mães que têm atuação no segmento empresarial para um encontro e bate-papo. Na terça-feira, 15, a cooperativa de crédito Sicoob Crediuna promove a palestra “Linhas de crédito MEI”, entre 09h e 10h. Das 10h às 11h, a operadora Cielo aborda os benefícios das máquinas para pagamento no cartão de débito e crédito, e das 11h às 12h, haverá novas orientações sobre financiamentos.

 

 

Para quinta-feira, 16, está prevista a consultoria sobre aspectos da nova legislação voltada aos MEIs, pelo Sebrae, das 09h às 11h. No mesmo horário, o público terá oportunidade de conhecer o passo a passo para o cadastramento e regularização dos negócios na categoria. A Sala Mineira do Empreendedor fica na rua Antônio Suga Say, 114, no Centro de Juatuba.

 

 

Agenda online

 

 

Durante toda a semana, também serão oferecidas capacitações à distância pelas mídias sociais e site do Sebrae Minas. No dia 14 de abril haverá a transmissão de quatro webinars, palestras online, em que os empreendedores além de assistir poderão fazer suas perguntas ao vivo sobre: obrigações do MEI, benefícios previdenciários, educação financeira e crédito para formalizados e responsabilidade técnica (CREA). Os webinars acontecem a partir das 9h30 e terminam às 18h.

 

 

De 15 a 18 de maio, serão realizadas transmissões ao vivo pelo Facebook Live do Sebrae Minas sobre: organização das finanças, utilização da internet, atitudes que podem diferenciar o seu negócio e planejamento do tempo. Os empreendedores também poderão ter acesso, nos dias 15 e 17 de maio, às transmissões do Facebook Live do Sebrae Nacional sobre previdência para o MEI e educação financeira.

 

 

Além disso, site do Sebrae Minas, os MEI poderão participar do “Fale com o Especialistas”, consultorias online pelo chat, com analistas que irão esclarecer dúvidas sobre: empreendedorismo, mercado, finanças e legislação.

No dia 20 de maio, no Bar Oi Flor tem Música de Garagem e algumas Bandas já confirmaram presença, são elas: All Faces, Sonic Queen e Notorius. O ingresso a 10 reais.

SUGESTÃO DE MATÉRIA

EDIÇÃO EM PDF ONLINE